terça-feira, agosto 05, 2008

PORTAS E JANELAS DE ALPIARÇA


























4 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Gosto de portas, janelas, sacadas, varandas e afins!
Lindas, estas...

Abraço

Quinta dos Sonhos e das Artes disse...

Ana,
Passei por cá para lhe retribuir a visitinha e adorei tudo o que vi!
Lindas as fotos, os poemas.
Parabéns pelo seu fotolog.
Beijinhos e até breve!

Paulo Sempre disse...

Sempre gostei de janelas antigas e escancaradas ....
Há, nelas, um misto de prisão e liberdade que nos envolve em emoções secretas...emoções de "bandido".
É a essas janelas que imagino a força dramática da poetisa Florbela Espanca e rosto do Papa a esconder o mistério de Fátima .
Uma...certa predestinação para o isolamento e para a liberdade "escorrem" em janelas assim...
A Sul....sob o Sol escaldante, não há cigarras mortas sem história.Há, isso sim, tertúlias vivas que perfumam as planícies ora desmaiadas de tanta sede.
Aqui, onde o Sol castiga mais, há, ainda, silêncios que os olhos não sabem entender
Até sempre

Paulo

O Profeta disse...

Errantes sentires percorrem
Este corpo nu de calor
Queda-se a vontade ao vento
Neste deserto de verde amor

Ai este grito contido
É lava rubra em minha garganta
Pio de pássaro preso às penas
Uma reza a fugir de alma santa


Boas férias


Mágico beijo