quarta-feira, setembro 24, 2008

Os meu queridos pais em tempo de namoro à porta de casa. Ambos com 18 anos



Esta fotografia é a mais antiga que o meu pai tem. Aqui só tinha 20 anos.

As carroças têm as rodas em ferro e as mulas no dia do Cortejo de Oferendas das Festas das Vindimas de Alpiarça, saíam para a rua todas enfeitadas. O meu pai quando fala disso, enche o peito de orgulho e os olhos brilham de contentamento .Gosta de recordar estes factos, parece que fica mais novo .

O meu pai é um contador de histórias nato, ainda me lembro de estar sentada à lareira , depois do jantar , onde ele me contava histórias da sua infância e dos seus tempos de tropa. eu ficava embevecida a escutá-lo, nunca me cansava de o ouvir. Perguntava-lhe sempre:

-E depois pai, e depois, o que aconteceu?

Ele respondia : Por hoje já chega, pois amanhã tens de te levantar cedo para ires para a escola, vá lá,vai-te deitar.

Eu tive uma infância muito feliz e devo isso aos meus pais.Para todo o sempre lhes serei grata pela educação recebida com base na honestidade,na humildade, na responsabilidade e no carinho e amor que me transmitiram, OBRIGADO.

A vossa filha que vos ama

Ana Paula

3 comentários:

Joaquim Moedas Duarte, disse...

Mais algumas fotos de outros tempos... Gostei muito.
Obrigado, Ana P.

Paula Raposo disse...

Sentida homenagem aos teus Pais. Comoveste-me. Eu também tive uma infância feliz e devo aos meus pais o que sou. Muitos beijos para ti e para eles.

fj disse...

bonitas palavras!...certamente ja o ouviram da tua propria boca.
bjs.