sábado, abril 14, 2007

QUE A MÃE - TERRA SEJA BENDITA AO CRIAR TAMANHA BELEZA!

Lembram-se dela?


Um mês depois , voltei a visitá-la como lhe tinha prometido e fiquei extasiada com tanta beleza...



Está vestida de mil folhinhas verdes e viçosas. Foi grande a emoção que senti no nosso reencontro...

Raízes bem profundas e fortes, poderosas...



Até junto das raízes tem folhas...


Tantos braços levantados ao céu...



Rendo-me à sua beleza sem igual...




Quando a fotografava, passaram duas senhoras já idosas e perguntei-lhes se sabiam à quantos anos ali estava a árvore. Responderam que já à 500 e tal anos. Fiquem sem palavras...
Disseram-me que esta já era filha, de uma que existiu ali no mesmo sítio. É simplesmente espantoso!

Tudo começou aqui em Março quando a visitei pela primeira vez.
Foi amor à primeira vista ...
Completamente despida de folhas, ou quase, na sua nudez pura...
Agarrada à terra que lhe dá alimento para viver...



Voltarei de novo a visitá-la quando estiver toda em flor...

SEREMOS AMIGAS PARA SEMPRE



15 comentários:

o alquimista disse...

Fantástica criatura de deus, quantos anos terá esta majestosa árvore?...que espécie é?


Doce beijo

Ana Katarina disse...

Realmente, uma maravilha.
Também me apaixona esta árvore.
Os mais velhos chama-lhe a "árvore das caralhotas".
Será por isso?
Beijo suave e doce

Kalinka disse...

Que belo é o acompanhar a transformação da árvore. Boas imagens, Parabéns pela ideia que tiveste, continua.

Tenho alegria...por ter estado presente. Tenho sonhos...
Que as palavras sejam capazes de transformar em sentimentos.
Tenho esperança...
De a todos voltar a encontrar.
Tenho prazer...
De compartilhar convosco as emoções e sentimentos.
Tenho vontade...
De aprender com todos vós a expressar-me melhor.
Tenho amor...
Para compartilhar a todo o momento.
Tenho a agradecer...
A todos os presentes no jantar pela partilha de momentos agradáveis
Tenho um convite...
Compartilhar com todos este blog e voltem sempre…

Boa semana.

Paula Raposo disse...

Essa árvore é verdadeiramente fabulosa! Obrigada pela partilha. Muitos beijos.

Era uma vez um Girassol disse...

Que lindo par, tu e a tua magestosa árvore!
Adorei este post, cheio de energia!
Beijinhos

Era uma vez um Girassol disse...

Que lindo par, tu e a tua magestosa árvore!
Adorei este post, cheio de energia!
Beijinhos

Luis Eme disse...

Adorei ver a tua árvore, Ana Paula...

O pior é que ela faz-me sempre lembrar a "irmã" que "mataram" no Jardim do Castelo em Almada, de uma forma completamente abusiva e despropositada...

Luis Eme disse...

Depois de ter passado por aqui, resolvi deixar-te um presente n "Casario", a fotografia e um pequeno texto sobre a "árvore da boa sombra" de Almada.

Leticia Gabian disse...

Lembro dela, Ana! Que diferença! Que fantástico poder de recuperação que tem a natureza, não é? Fico super feliz.

Beijinhos

Mocho Falante disse...

De facto é lindíssima sim senhor e belas fotos

beijocas

Carlos Miranda disse...

Olá Ana Paula:

Por estas fotos não posso ajudar, onde é este local? talvez visitando posso conhecer.

Maria disse...

Lembro-me bem dessa árvore, Ana.
E como está linda, agora...

Beijos

Rosa dos Ventos disse...

Cheguei a ti, via Casario do Ginjal.
Tornei-me viciada em fotografia e gostei da tua majestosa árvore!
Sorte a tua por seres, sem sombra de dúvida, ribatejana!
Eu vivo para aqui num território que não é nem deixa de ser, embora pertença ao distrito de Santarém.
Há sempre alguém que tem de estar na fronteira...
Abraço

Pedro n. t. santos disse...

Olá Ana,

Obrigado pelo teu comentário e pela confiança depositada no meu "diagnóstico"...isto às vezes é mesmo como no Dr. House, ou seja, é um pouco por tentativas...que é como quem diz, eliminando algumas hipóteses até encontrarmos a correcta...

Esta árvore não é da nossa flora autóctone e muito provavelmente vem de outro continente (e nestas o meu conhecimento é ainda menor!)...aparenta algumas semelhanças com a bela-sombra (Phytolacca dioica L.) mas só mesmo com a flor poderei ter a certeza...

Fico à espera das fotos na altura da floração; obrigado

Abraço

Ps.- podes também pedir opinião à malta do http://dias-com-arvores.blogspot.com/

asn disse...

Venho do dias-com-arvores
Sem dúvida uma árvore majestosa!
Como é que uma árvore com esta aparência pode não ter, pelo menos, 500 anos? A verdade é que, como tenho vindo a comprovar nestes últimos anos, que tenho dado comigo mais observador da Natureza, há árvores que nos enganam quanto à sua idade. Será que aprenderam com o Homem?
Um abraço
António